O Sonho Disney

Que a Disney é um verdadeiro império do entretenimento, todo mundo sabe, que arrecada bilhões anualmente, com filmes, parques, programas de TV e produtos licenciados também. Há alguns dias estava eu fazendo algumas leituras online, quando me deparei com um desses sites que acreditam que o mundo gira em torno de conspirações sejam elas sobre o que for, realmente é um tanto bizarro acreditar que existe sempre uma mensagem subliminar, além da moral da história.
Vamos analisar os contos de fadas por exemplo: Todos eles sem exceções abordam temas como auto estima, persistência, não julgar as aparências, coragem, amor entre outras coisas aparentemente inofensivas :) Os contos dos irmãos Grimm, usados em algumas das histórias são muito mais sombrios do que as versões da Disney, alguns trechos assustariam até adultos fãs de Stephen King.
 Sites feministas chegam a afirmar que os contos de fadas são machistas e incentivam as meninas a acreditar que só precisam conseguir um marido pra serem felizes. Levando em consideração as décadas em que foram feitos (30, 40 e 50) até entendo porque esse é o objetivo de algumas das personagens (Cinderella, Branca de Neve, A Bela adormecida), as mulheres de fato acreditavam que esse era o único futuro delas, casar e serem felizes para sempre. Os filmes somente refletiram a sociedade da época. É tão visto isso que em A Bela e a Fera, Pocahontas e Mulan já nos anos 90, as personagens tinham uma postura bem diferente de suas antecessoras. Sem mencionar as princesas, movidas por determinação e coragem que fazem parte da história recente dos contos como:  Tiana (A princesa e o sapo), Rapunzel (Enrolados), Merida (Valente) e Elsa (Frozen).
Alguns dos artistas mais influentes dos anos 90 e 2000 começaram na Disney, no Disney Channel, muitos seriados, filmes pra TV e programas infantis são exibidos diariamente por todo o mundo e os atores/cantores do elenco, passaram a fazer parte da vida das crianças e adolescentes, ditando moda, tendências de comportamento, estilos musicais, etc. Seguem os que se destacaram nos últimos anos.
 Do Mickey Club saíram Britney Spears, Christina Aguilera, Justin Timberlake e Ryan Gosling.
Britney e Christina em premiação da MTV desmentindo suposta rivalidade. Hilary Duff estrelou o seriado Lizzie Mcguire no Disney Channel e Lindsay Lohan fez vários filmes no mesmo canal, as duas nunca esconderam que não se gostam e no início da década de 2000 viviam se alfinetando publicamente.
 Atualmente alguns dos ídolos adolescentes mais influentes, também são vindos da Disney, como Miley Cyrus, Demi Lovato, Selena Gomes e Jonas Brothers, cada um estrelou um seriado: Jonas, Hannah Montana, Os feiticeiros de Waverly Place e Sunny with a chance, além de vários filmes do canal.
O sonho dos irmãos Disney foi muito além do que eles imaginaram, acredito eu, praticamente tudo o que leva a marca Disney atualmente é sinônimo de sucesso, incluindo os filmes, artistas e animações. Os conspiradores de plantão podem estar certos quando afirmam que "a massa" segue a mídia, mas algo que repassa os valores acima mencionados não pode ser ruim, muitos dos valores estão se perdendo naturalmente, o que provavelmente, não é culpa dos desenhos animados e filmes recomendados pra família.





Nenhum comentário

Postar um comentário