Tem que ser "super"

"Tem dias que a gente se sente, um pouco talvez, menos gente. Um ar carregado sutil, um dia de Maio ou Abril... Se qualquer amigo do lado, sozinho em silêncio calado, com uma pergunta na alma..." (Raul Seixas)

As vezes nos sentimos exatamento como na música "menos gente", porque nos exigem tanto?? Até parece que todo mundo pode ser super homem/mulher e resolver todos os problemas,  com um sorriso no rosto, rapidez, sem se importar com "cara feia" e ainda ficar feliz do fim do dia... Acredito que todos gostariam de ser assim, simplesmente não se importar! Não é fácil. Mas, no fim do dia é necessário estar bem, ou pelo menos mais tranquilo, porque o dia acaba, a raiva passa, o problema se resolve e a vida segue, pra recomeçar, um dia após o outro com novos problemas, novas soluções, novas pessoas... Afinal não importa como começa, mas como vai terminar.


Um comentário

  1. Acho que o que importa mesmo é ser feliz.
    O começo ainda é muito antes do "esquenta", do "pegar no tranco";
    O fim... bem, é o fim.
    Se o fim for bom, é o fim.
    Se o fim for ruim, não é o fim.

    O que importa é aproveitar cada etapa, começo, meio e fim, como devem ser aproveitadas.
    ^^

    E sim, eu sei, se fosse pra mim ficar postando essas coisas aqui eu tinha mais é que criar o meu próprio blog
    mas você sabe que eu gosto de desafiar/discordar de/testar
    IAUshAISHiAHSiHAIShAIS
    TSdQ

    ResponderExcluir