A bruxa de Capanema

Conta a lenda que há mais ou menos 50 anos com a fundação da nossa cidade, veio morar aqui, junto com várias famílias que vieram do sul, uma mulher sozinha. Com aparentemente trinta e poucos anos ela passou a morar em uma casa simples na floresta. Após alguns anos muita gente começou a desconfiar dessa mulher, as famílias que vieram com ela e traziam crianças, agora já eram adultas, pessoas casadas com filhos... E ela não parecia mudar em nada, nem uma ruga sequer! Mais de 30 anos haviam se passado e ela continuava imutável.
Algumas pessoas disseram que por vezes ouviam música altas horas da noite, vindo da mesma direção que sua casa. Pessoas que a visitavam todos os anos sempre no mês de Outubro e partiam sem que ninguém os vissem indo embora.
As senhoras mais velhas confiavam nela e quando suas crianças adoeciam, elas a chamavam, já as mulheres mais novas desconfiavam. Dizem que quando ela percebeu que as pessoas estavam comentando a sua idade (ou a falta dela) a bruxa foi embora. Outros comentam em segredo, que ela ainda vive por aqui e ensina sobre seus encantos a quem souber onde encontrá-la. Com a sua casa no meio da mata e melodias altas horas da noite, a bruxa continua lá e sua aparência ainda é a mesma.

Nenhum comentário

Postar um comentário