Quase

“Bem pior que a certeza do não e a incerteza do talvez é a desilusão de um quase. Quase passou, quase se entregou, quase beijou, quase falou, quase ouviu, quase dançou, quase cantou, quase sorriu, quase foi, quase ficou, quase perdoou, quase pediu perdão, quase tocou, quase escreveu, quase abraçou, quase lutou, quase venceu, quase se arriscou, quase se libertou, foi quase amigo, quase cúmplice, quase feliz, quase amor. De quantos quases você precisa pra entender que vale a pena se arriscar? Desconfie do destino e acredite em você. Gaste mais horas realizando que sonhando, fazendo que planejando, vivendo que esperando porque, embora quem quase morre esteja vivo, quem quase vive já morreu.” 

(Mávilla Sales)

Nenhum comentário

Postar um comentário