Capitu, hoje é dia de amorteamo

Literatura, folclore, fantasia e teatro.

Algumas séries são verdadeiras obras de arte, nos faz sentir o que a TV busca todos os dias e está cada vez mai raro de conseguir: emoção.
Capitu, uma linda adaptação de Dom Casmurro (Machado de Assis) viaja nos delírios de Bentinho, nos encantos de Capitu e seus olhos hipnotizantes de cigana oblíqua e dissimulada, a trilha sonora impecável carrego comigo desde então (Elephant gun - Beirut).
Hoje é dia de Maria nos leva para o clima do teatro, os personagens, o cenário, o romance e cada expressão dos atores nos causa uma emoção diferente, belíssimo.
Amorteamo é sombrio e envolvente, em época de zumbis devoradores de gente, trazer os mortos de volta a vida por vingança, amor e folclore é reconfortante.
Gosto dessa linha teatral da teledramaturgia, foge do óbvio televisivo e enriquece os olhos. Recomendo! :)

Nenhum comentário

Postar um comentário