Menina cria heroína que luta contra o crime e analfabetismo

Veja como é possível transformar o que você detesta, em algo positivo.
Uma menina de 7 anos, que não gostava do cabelo dela, criou com a ajuda da mãe uma heroína que tem sua força justamente nos cabelos crespos: é a Moxie Girl.
Com a criação da personagem e do gibi - As Aventuras de Moxi Girl - a garotinha já ganhou 16 mil dólares, mais de 50 mil reais. Natalie McGriff e sua mãe Angela Nixon, faturaram o prêmio este ano do One Spark Crowdfunding Festival.
História

Moxie Girl é uma menina afro-americana que odeia seu cabelo, pensa que é feia... 
Até o dia em que ela encontra um shampoo mágico que lhe dá superpoderes e ajuda na luta contra o crime e analfabetismo. Mais do que o prêmio, a história é
 uma mensagem importante de orgulho e autoestima. 
Preconceito
Moxie Girl foi criada por mãe e filha como uma forma de enfrentar o estigma da vida real, enfrentado por Natalie, conforme diz sua mãe:
 

"Houve tantas vezes que meu bebê chegou em casa ou estava assistindo TV e expressou seu desdém sobre seu cabelo e como ela achava que feio. O fato de que escreveu um livro sobre uma menina negra que usa seu cabelo crespo para salvar as bibliotecas públicas e pessoas de todos os grupos étnicos diferentes... Eu não tenho palavras", desabafou.
No Gibi, a mãe escreve as histórias e a filha desenha a si mesma.
Elas vão usar o dinheiro do prêmio para imprimir e comercializar o livro e inspirar as pessoas a se aceitarem como são.
Página no facebook aqui.

Nenhum comentário

Postar um comentário