Os estranhos que costumava conhecer

Quanta gente você conhece que já esteve presente diariamente na sua vida e hoje não passa de mais um rosto na multidão da rua??
Com quantas pessoas já trocamos confidências e momentos marcantes, mas quando enxergamos nos sentimos constrangidos até em cumprimentar com medo que não lembrem de nós?
É claro que todos mudam e realmente apesar de tudo que foi vivido o outro provavelmente será um estranho, no melhor sentido da palavra, você não o conhece mais, nem ele te conhece também, mas permanece aquele sentimento de nostalgia, a conhecida saudade nas noites de insônia, porque nada voltará a ser como antes. O que nos leva a pensar no valor que damos para as pessoas que convivem com a gente, as que não se foram, que permanecem apesar do tempo e das mudanças e as que chegam com tanto pra ensinar e aprender.

(Maria Aline)

2 comentários

  1. Ai já senti uma nostalgia só de ler esse texto.
    É verdade, já parei para pensar nisso algumas vezes. Vejo tantas pessoas na rua que contei tantos segredos, vivi tantas coisas, e hoje só nos esbarramos e dizemos Oi. É tão estranho, mas é verdade.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Leticia, essa nostalgia de vez em quando se faz presente :)

      Excluir