De merendeira a professora universitária

Uma mulher que trabalhava numa cantina, como merendeira, volta para ser professora na Universidade Estadual de Roraima – UERR – onde se formou.
Luana Coutinho tem 39 anos. Ela terminou o mestrado em julho desde ano, enquanto trabalhava na cantina de uma escola estadual de Roraima.
No final de agosto, Luana participou de uma seletiva para a contratação de professor universitário horista da Universidade Estadual de Roraima (UERR).
Ela foi a segunda colocada.
Luana tem licenciatura em química e se especializou em ensino de ciências.
Agora professora, ela dará aula de química analítica I para o curso de química e estágio supervisionado IV para o curso de ciências da natureza, ambos no campus de Rorainópolis, município ao Sul de Roraima.
“É uma conquista muito grande. Meu primeiro emprego como professora já foi no nível superior. Estou muito feliz e me preparando bastante para as aulas”.
Luana passou por um processo seletivo que consistia em uma prova didática avaliada por uma banca de professores e prova de títulos. Ela concorreu com outros sete candidatos.
O contrato como professora horista terá duração de um ano, podendo ser prorrogado por mais um.
No novo cargo, ela ganhará R$ 46,40 por cada hora de aula ministrada.
Como merendeira Luana ganhava um salário mínimo.

Nenhum comentário

Postar um comentário