Seja!

Alguma coisa pode ter acontecido na sua vida e, como consequência, talvez você tenha aprendido que não podia ser quem você é, se quisesse ser amado e valorizado. Alguma coisa pode ter acontecido e feito com que você sinta que, de alguma forma única e bastante estranha, você tem algo estragado - que tem algo danificado essencialmente em você que pode fazer com que as pessoas, ao se aproximarem de quem você é de verdade, se decepcionem. Que te olhem e digam "ah, não é tão bom assim". E talvez, apenas talvez, você tenha se acostumado a ser assim e, hoje, morra de medo de revelar seu lado escondido; talvez você nem saiba como fazer isso! Talvez, ainda, você morra de medo de que, ao demonstrar suas fraquezas, sua fragilidade e vulnerabilidade as pessoas pensem, "fui enganado, levei gato por lebre!". E eu vim aqui, neste momento, para te dizer que nada disso é verdade. Eu vim aqui te dizer que você veio a este mundo para não ser nada além de você mesmo. Que existe muito amor neste Universo apenas esperando para que você abra seus braços para recebê-lo - mas você precisa abrir os SEUS braços, e não braços que você finge que são seus. Você precisa ser você.
Nada vai acontecer na SUA vida se você não for VOCÊ, nem existe SUA VIDA sem existir VOCÊ antes. Então: seja você mesmo. Não apenas porque todas as outras pessoas já são elas mesmas, mas porque você é incrivelmente bem sucedido em ser quem você é.

(Flavia Melissa)

Nenhum comentário

Postar um comentário