Dá para fazer diferente

Escrevo aqui no blog há 7 anos, foi a forma que encontrei de passar alguma coisa boa para o mundo, por assim dizer, aqui atualmente estão os textos mais longos, antes postava sobre assuntos bem variados, na página do facebook estão as notícias boas de gente que faz diferença na própria vida e na vida de outras pessoas e no instagram textos mais curtos sobre autoconhecimento, devaneios e as vezes literatura. Esse é o meu jeito de contribuir. Mas hoje vou escrever sobre algumas mulheres que contribuem de uma forma gigante, mudando diretamente o olhar e a realidade de todos a sua volta.

Essa é a Gabriela Valente, inspirada pelo trabalho da americana Candy Chang, que transformou um muro de Nova Orleans em um mural, perguntando às pessoas o que queriam fazer antes de morrer, adaptou a ideia, criou o projeto Liberte seus sonhos e com a ajuda de vizinhos reformou um mutro onde foi escrito várias vezes "meu sonho é", convidando as pessoas a responder a frase. O muro virou um ponto turístico, ela também é responsável pela ação "Conheça seu vizinho", junto com uma amiga fez um blog que gerou encontros entre os moradores, descobrindo possibilidades de convivência.

Se como eu, você também libertou os seus cachos agradeça a Raquel Helen Silva, faz alguns anos que ela trabalha com iniciativas para as mulheres assumirem a própria identidade, foi responsável pela campanha Urbi (Meu cabelo, minha identidade) uma série de palestras e apresentações de teatro sobre aceitação. Em 2011 foi uma das cinco selecionadas para participar no Fórum Mundial na Suíça, no mesmo ano fez um discurso para então primeira dama Michele Obama, no Rio, em 2013 esteve em Gana, fazendo um estágio no Fundo de Desenvolvimento para Mulheres Africanas. Atualmente está fazendo mestrado em Yale. Seu perfil no facebook. Palestra TED
Tabata Amaral, cientista política formada em Harvard e ativista pela educação, criou com um grupo de amigos, o movimento Mapa Educação, pela mobilização dos brasileiros por uma educação de qualidade. Já é muito para se orgulhar né! "No Brasil, o tamanho dos sonhos é determinado por gênero, raça e cep. Por isso, sonho com um país de oportunidades iguais, em que o único limite para as realizações seja a imaginação." (Tabata Amaral)


Nenhum comentário

Postar um comentário