O reflexo de Frida Kahlo

Já faz um tempo que a Frida virou ícone do feminismo, de repente passei a ver a imagem dela estampada em um monte de coisas, desde acessórios até decoração doméstica, li muitos comentários de gente questionando a admiração por essa mulher, tendo tantas outras com grandes feitos ficando no anonimato, comentários falando mal da aparência dela, das sobrancelhas, sem entender a causa dessa admiração toda. Sinceramente eu só sabia mesmo que ela era pintora, não questiono a qualidade de suas obras, são incríveis, mas passam tanta dor que não consigo ficar mais que alguns minutos olhando pra elas.
Sempre me perguntei o que poderia ter levado uma pessoa a pintar essas coisas, lembro de pensar deve ter sofrido muito e como todo o artista que fica registrado na história teve a capacidade de traduzir os próprios sentimentos.
No filme baseado na famosa biografia escrita por Hayden Herrera, pude entender um pouco mais sobre quem era a Frida, entendi que ela possa causar essa comoção toda, por lutar por si mesma, muito autêntica, orgulhosa do seu país e suas tradições, deixando isso bem claro nas suas roupas, cabelo e acessórios, sem dúvida bem diferente das mulheres contemporâneas a ela. Ativista política, sofreu com muita dor física em decorrência de um acidente quando ainda era muito jovem, um casamento especialmente estranho com um cara infiel até as orelhas, mas que pelos registros ela amava muito.
Talvez seja apenas isso, tanta gente tem orgulho em usar camisetas e almofadas com o rosto dela, porque Frida ousou ser ela mesma.
Citações
Pinto à mim mesma porque sou sozinha, e porque sou o assunto que conheço melhor.
Tentei afogar minhas mágoas, mas as malditas aprenderam a nadar, e agora estou sobrecarregada com essa decente e boa sensação.
Para que preciso de pés quando tenho asas para voar?
Eu nunca pinto sonhos ou pesadelos. Pinto a minha própria realidade.
Espero que a partida seja feliz e espero nunca mais voltar.
Eu pinto minha própria realidade. A única coisa que sei é que pinto porque preciso e eu pinto tudo que se passa em minha cabeça, sem maiores considerações.
Eu o amo mais do que a minha própria pele.
Não estou doente. Estou partida. Mas me sinto feliz por continuar viva enquanto puder pintar.
Diego, houve dois grandes acidentes em minha vida: o bonde e você. Você sem dúvida foi o pior deles.
Pensaram que eu era surrealista, mas nunca fui. Nunca pintei sonhos, só pintei a minha própria realidade.

Museu Frida Kahlo

As pinturas

Nenhum comentário

Postar um comentário