@maria.alinemoretto

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2020

Novos, velhos caminhos

A gente se acostuma aos mesmos caminhos, a caminhar sempre do mesmo jeito, ver as mesmas coisas e muitas vezes continua sonhando com novos rumos sem fazer nada para que eles possam existir. Não tem como evitar sentir medo, quando a gente começa alguma coisa ou toma coragem para fazer diferente. A vida faz parecer que não existem muitas possibilidades para algumas pessoas, afinal nem tudo depende da gente, de estar motivado, de ter pensamento positivo ou a quantidade de orações que se faz por dia, são infinitas as questões sociais, geográficas, financeiras que fazem com que alguém passe mais tempo desacreditado do que cheio de esperanças.
Não temos como controlar os imprevistos desagradáveis que estamos sujeitos a viver diariamente, mas desistir de tentar também não me parece ser uma boa escolha, então a gente recomeça, acreditando que em algum momento da nossa historia, as coisas vão se ajeitar, as oportunidades vão surgir e teremos coragem o bastante para dar o primeiro passo e mudar o que estiver ao nosso alcance. Enquanto esse dia não chega, seguimos firmes confiantes nos próprios passos, trabalhando, porque a nossa vida depende apenas da gente. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário